segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

O vínculo invisível existente entre as pessoas...

Neste capítulo gostaria de tratar da Lei de Causa e Efeito, outra chave importante para compreender os ensinamentos de Shakyamuni. No Japão, onde os ensinamentos do budismo há muito tempo se tornaram uma tradição, as pessoas creem na existência de um vínculo invisível entre os seres humanos e dão muito valor a esta ligação. Por isso há um ditado popular que diz: "Até mesmo as pessoas com as quais você esbarra sem querer na rua têm alguma conexão  de vidas passadas com você".
O vínculo espiritual explica que não existem coincidências neste mundo. Assim, ao encarar as relações humanas, devemos perceber que existe o princípio do amor oculto por trás delas. Em outras palavras, é preciso enxergar que as pessoas estão ligadas por laços invisíveis. A partir desse conceito, qualquer pessoa com quem você tenha contato, mesmo um encontro que pareça ser por puro acaso, está na verdade, predeterminada por esses laços invisíveis. Talvez isso possa ser encarado como fatalidade, mas o fato de os relacionamentos já terem sido previamente arranjados no Mundo Celestial é significativo, pois indica uma predisposição de encontrar uma ligação entre as pessoas por meio da providência divina do Buda Primordial, em vez de nos distanciarmos delas ou encará-las como estranhas.
Atualmente, a população de espíritos existentes no mundo espiritual está estimada em pouco mais de cinquenta bilhões. Desses espíritos, um número bem limitado nasce num determinado local e lugar e numa determinada época, para que eles possam criar uma civilização específica daquela região ou nação e também desenvolver relações entre si. Consequentemente, você pode supor que aquelas pessoas com as quais encontra, que nasceram no mesmo lugar e época que você, fazem parte de um grupo bem específico de espíritos. Na verdade, se você pudesse conhecer as vidas passadas das pessoas à sua volta, descobriria que já teve relacionamentos com elas no passado.
Das numerosas pessoas que você encontra neste mundo, uma pode, por alguma razão, tornar-se extremamente próxima: pode se tornar seu amigo, esposo ou esposa, professor ou aluno. É difícil encarar estes relacionamentos como mera coincidência. Na realidade, você já teve relacionamentos próximos com essas pessoas em vidas passadas, também; e relacionamentos, passados, como os de pai e filho, irmão e irmã, amigo e amiga, repetem-se de diferentes formas. É claro, também podem formar-se relacionamentos novos nesta vida, mas mesmo esse tipo de vínculo recém-formado é resultado de orientação celestial, e irá evoluir para outras formas diferentes de relacionamento em vidas futuras.
O sucesso e o fracasso na vida têm muito a ver com as relações humanas, que na verdade são afetados por uma sequência invisível de vínculos.
Dependendo do seu relacionamento com os outros, seu negócio pode ir bem ou fracassar, você pode obter uma promoção ou não. Baseado nos ensinamentos de Buda, o conceito do vínculo invisível que existe entre as pessoas pode ser explicado como uma teoria das relações humanas. É também uma forma de pensar no amor, sob um novo ângulo.
 
(A Essência de Buda - Ryuho Okawa - O Caminho da Iluminação e da Espiritualidade Superior - IRH Press do Brasil - Gustav Klint (Tree of Life))

Tédio

Descobri que estou entendiado, sem entusiasmo. Você disse para nos aceitarmos do jeito que somos. Não consigo aceitar a vida, sabendo que, ...