quarta-feira, 28 de abril de 2010

We are the champions

I've paid my dues
Time after time
I've done my sentence
But committed no crime
And bad mistakes
I've made a few
I've had my share of sand
Kicked in my face
But I've come through

And we mean I to go on and on and on and on

We are the champions - my friends
And we'll keep on fighting
Till the end
We are the champions
We are the champions
No time for losers
'Cause we are the champions of the World
(Queen)

terça-feira, 27 de abril de 2010

São Jorge

[...]Ogum com sua espada
Sua capa encarnada
Me dá sempre proteção
Quem vai pela boa estrada
No fim dessa caminhada
Encontra em Deus perdão [...]
(Zeca Pagodinho)

Verdade

23. A DESINTEGRAÇÃO . Momento de muito perigo, é preciso manter-se firme evitando reagir ou se expor. Há forças adversas que intentam em destruir toda e qualquer resistência. Elas não atacam diretamente, mas procuram demolir internamente, não aja, mantenha a reserva.

terça-feira, 20 de abril de 2010

A Figueira Seca

A figueira seca é o símbolo das pessoas que não tem senão as aparências do bem, mas em realidade não produzem nada de bom; oradores que tem mais brilho do que solidez; suas palavras tem o verniz da superfície; agradam aos ouvidos, mas quando perscrutadas, nelas não se encontra nada de substancial para o coração; depois de tê-las ouvido, pergunta-se qual proveito disso se tirou.
É ainda o emblema de todas as pessoas que tem os meios de serem úteis e não o são; de todas as utopias, de todos os sistemas vazios, de todas as doutrinas sem base sólida. O que falta, na maioria das vezes é a verdadeira fé, a fé fecunda, a fé que comove as fibras do coração, numa palavra, a fé que transporta montanhas. São árvores que tem folhas, mas não frutos; por isso, Jesus as condena à esterilidade, porque um dia virá em que estarão secas até a raiz; quer dizer que todos os sistemas, todas as doutrinas que não tiverem produzido nenhum bem à Humanidade, cairão no nada; que todos os homens voluntariamente inúteis, por falta de terem colocado em prática os recursos que tinham serão tratados com a figueira seca.
Os médiuns são os intérpretes dos espíritos; suprem os órgãos materiais que faltam a estes para nos transmitirem suas instruções; por isso, são dotados de faculdades para esse efeito. Nestes tempos de renovação social, tem uma missão particular; são as árvores que devem dar o alimento espiritual aos seus irmãos; são multiplicados para que o alimento seja abundante; encontram-se por toda parte, em todos os países, em todas as classes da sociedade, entre os ricos e entre os pobres, entre os grandes e os pequenos, a fim de que não haja deserdados, e para provar aos homens que todos são chamados. Mas se desviam do seu fim providencial a faculdade preciosa que lhes foi concedida, se fazem servir às coisas fúteis ou nocivas, se a colocam a serviço dos interesses mundanos, se em lugar de frutos salutares dão frutos malsãos, se recusam em torná-la proveitosa para os outros, se dela não tiram proveito para si mesmos em se melhorando, eles são como a figueira estéril; Deus lhes retirará um dom que se tornou inútil em suas mãos: a semente que não sabem fazer frutificar, e os deixará tornarem-se a presa dos maus espíritos.
(Evangelho Segundo o Espiritismo)

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Bem aventurados os Pobres de Espírito


E vós todos os que sofreis injustiças dos homes, sede indulgentes para com as faltas de vossos irmãos, em dizendo que, vós mesmos, não estais isentos de censura: isso é caridade, mas também é humildade. Se sofreis calúnia, curvai a fronte sob essa prova. Que vos importam as calúnias do mundo? Se vossa conduta é pura, Deus não pode vos compensar? Suportar com coragem as humilhações dos homens é ser humilde e reconhecer que só Deus é grande e poderoso.
(Evangelho Segundo o Espiritismo)

Tédio

Descobri que estou entendiado, sem entusiasmo. Você disse para nos aceitarmos do jeito que somos. Não consigo aceitar a vida, sabendo que, ...